Síndrome das Pernas Inquietas

A síndrome das pernas inquietas é uma desordem provocada pelo sistema nervoso, o qual é responsável pelo controle do movimento das pernas. Por normalmente interferir na qualidade do sono também é considerada um distúrbio do sono. Pessoas com síndrome das pernas inquietas tem uma vontade incontrolável de mover as pernas (e às vezes os braços) para aliviar as sensações que são descritas como desconforto, coceira, sensação de perfuração de agulhas ou o rastejar de um inseto nas pernas. Essas sensações são piores durante o sono, podendo causar desconforto ao andar, privação de sono e estresse.

O que é Síndrome das Pernas Inquietas?

O que é Síndrome das Pernas Inquietas?

A severidade dos sintomas da síndrome variam de leve a intolerável. Embora os sintomas sejam leves na maioria dos casos, eles podem causar graves perturbações do sono, que podem prejudicar significativamente a qualidade de vida de uma pessoa. A síndrome das pernas inquietas afeta homens e mulheres e pode aparecer em qualquer idade, mesmo em recém-nascidos e crianças pequenas. A maioria das pessoas que são afetadas severamente são de meia-idade ou mais velhas.

A doença pode ser tratada com mudanças de estilo de vida, seja dormindo melhor e aderindo a um horário de sono regular. As atividades diárias, incluindo o exercício aeróbio moderado e treinamento de resistência inferior do corpo podem ajudar a reduzir os sintomas da síndrome das pernas inquietas. Tenha em mente que o excesso de exercícios podem realmente fazer agravar os sintomas.

A cafeína faz com que muitas vezes os sintomas da síndrome das pernas inquietas piorem. Tente reduzir ou eliminar o consumo de café, chá, refrigerantes e alimentos com cafeína, como o chocolate. Evite bebidas alcoólicas e cigarros e aposte no consumo de alimentos ricos em ferro, vitamina B, ácido fólico ou magnésio. Uma parcela considerável dos casos requerem tratamento médico.