Ser feliz faz bem para a saúde

Ser alegre e otimista pode reduzir o risco de problemas cardíacos, por isso, saiba que se você é, por natureza, uma pessoa alegre e olha para as coisas sempre pelo lado positivo, está diminuindo os riscos de problemas cardíacos. Um temperamento mais feliz tem um efeito real sobre diversas doenças, além de garantir qualidade de vida.

Moça feliz dando jóia

Felicidade faz bem à saúde

Foram examinados dados de mais de 7.400 pessoas, onde foi descoberto que ser alegre, descontraído e satisfeito com a vida reduziu em até 50% o risco de ataque cardíaco, morte súbita cardíaca e outros problemas cardíacos graves. Infelizmente, os mecanismos por trás do efeito protetor de ser otimista e positivo não são claros. Pesquisas anteriores já haviam mostrado que as pessoas deprimidas e ansiosas são mais propensas a terem ataques cardíacos do que aqueles com personalidades mais alegres.

Tem sido sugerido que as pessoas dotadas de uma disposição alegre também são mais propensas a cuidarem melhor de si mesmas e ter mais força para encarar as adversidade da vida. Os pesquisadores observaram que as pessoas com personalidades alegres tendem a nascer assim, sendo que, não é fácil para as pessoas mudarem seu temperamento, mas vale a pena tentar.