Obesidade pode aumentar o risco de osteoporose

O excesso de gordura no sangue, tecidos musculares e fígado pode aumentar o risco de osteoporose. Os pesquisadores mediram a gordura de mais de 100 homens e mulheres, com idades entre 19 e 45 anos, que eram obesos, porém, saudáveis. Aqueles que apresentaram maior quantidade de gordura corporal também tinham níveis mais elevados de gordura em sua medula óssea.

Obesidade e osteoporose

Obesidade e osteoporose

Níveis mais altos de gordura na medula óssea podem colocar as pessoas em um risco muito maior de fraturas. Além disso, é bom saber que a gordura na medula óssea é capaz de tornar os ossos mais fracos. Sendo assim, se há excesso de gordura corporal provavelmente seus ossos não estarão tão fortes a longo prazo.

Também foi descoberto que as pessoas com níveis elevados de gordura no sangue costumam ter níveis mais elevados de gordura em sua medula óssea. A nova descoberta segue na contramão das últimas pesquisas que afirmaram que a obesidade ofereceria proteção contra a perda óssea. O estudo não prova que o excesso de gordura no sangue e de órgãos realmente causam osteoporose, apenas mostram uma correlação entre os fatores.