O que é aborto espontâneo?

As pessoas costumam associar a palavra “aborto” à morte de um feto por indução da mãe ou de outra pessoa. Porém, além do aborto provocado existe o aborto que pode acontecer de forma natural, sem a intervenção de cirurgia ou de medicamentos quando a mulher perde a criança sem nenhuma indução. Isso se dá o nome de aborto espontâneo, sendo chamado também de aborto involuntário.

Aborto espontâneo

Aborto espontâneo

Para ser considerado um aborto espontâneo, a mulher deve estar a menos de 20 semanas da gestação. Se a morte do feto ocorrer depois desse período, o nome que se dá passa a ser parto prematuro.

Essa modalidade de aborto pode ser: completo, que é quando todo o material da gestação são expelidos pelo corpo junto com o feto ou ainda retido, quando apenas o feto é expulso do corpo da mulher. Pode ainda ser incompleto, quando alguns, mas não todos os materiais são expulsos. Aborto espontâneo inevitável, como o nome já diz, é aquele que não se tem como evitar. O aborto infectado é quando os materiais conceptivos sofrem infecção.