Níveis elevados de anticorpos podem prever o risco de artrite reumatóide

Níveis sanguíneos elevados de um anticorpo chamado fator reumatoide  estão associadas à um risco maior de artrite reumatoide a longo prazo. As mulheres em seus 50 e 60 anos de idade que fumam parecem correr um risco maior. Os pesquisadores mediram os níveis de fator reumatoide  em mais de 9.700 pessoas, com idades entre 20 a 90 anos, que não tiveram a artrite reumatoide  no início do estudo.

Artrite reumatoide

Artrite reumatoide

Os participantes foram acompanhados por até 28 anos. Durante esse período, 183 pessoas desenvolveram artrite reumatoide  As pessoas com um nível de fator reumatoide duas vezes maior que o nível normal (inferior a 25 unidades internacionais por mililitro) tiveram um risco 3,3 vezes maior de desenvolver artrite reumatoide  Aqueles com os níveis mais altos de fator reumatoide (100 UI / mL ou mais) tiveram um risco 26 vezes mais elevado.

O maior risco de 10 anos de artrite reumatoide (32%) foi encontrada em mulheres de 50 a 69 anos que fumavam e tinham fator reumatoide nos níveis mais altos. O menor risco em 10 anos (0,1%) foi encontrada em homens com 70 anos ou mais, com fator reumatoide em níveis normais. As descobertas não provam que o fator reumatoide é uma causa da artrite reumatoide  mas sugerem que as pessoas com um teste de fator reumatoide positivo devem ser encaminhadas para um reumatologista.