Mulheres e os problemas de insônia

Mulheres são mais propensas à insônia do que os homens

– Conduzidas para a insônia pelos efeitos do estresse e das demandas de sua própria biologia, as mulheres são mais propensas que homens a ter graves problemas de sono. Por isso, é mais fácil ver a insônia com muito mais freqüência em mulheres, provavelmente pelo menos 50% mais frequentemente do que em homens.

Mulheres são mais propensas à insônia

Mulheres são mais propensas à insônia

Em resposta a isso as mulheres buscam medicamentos que prometem boas noites de sono, no entanto, essa pode não ser a melhor solução. Mudanças de estilo de vida e a forma como se aborda o sono pode ajudar de forma mais natural e mais eficaz do que simplesmente tomar uma pílula para dormir.

E acabar com as pílulas é realmente a melhor opção, já que a prescrição de remédios para insônio podem encurtar a vida ou aumentar o risco de certos tipos câncer. Dois principais fatores tornam as mulheres mais propensas que homens a sofrerem de insônia,o primeiro fator é inato e antigo. Há uma série de alterações hormonais e biológicos em todo o ciclo de vida que as mulheres experimentam, estas alterações hormonais começam com a menstruação e continuam até a menopausa.

A gravidez também pode prejudicar o sono, particularmente no terceiro trimestre, e muitas mulheres acham que é muito difícil nos primeiros meses pós-parto manter um sono profundo e saudável. Mas o segundo fator é externo e moderno. Muito é exigido das mulheres nos dias de hoje, elas fazem malabarismos e muitos papéis diferentes em sua vida, e esse estresse pode tornar difícil ter uma boa noite de sono.