Fumar durante a gestação aumenta o risco de asma nas crianças

Crianças cujas mães fumaram durante a gravidez correm um risco maior de desenvolver asma. Os pesquisadores analisaram dados de quase 2.500 crianças negras e hispânicas e descobriram que aquelas entre 8 e 17 anos com asma não controlada, tinham mães que fumaram durante a gravidez.

Asma em criança

Asma em criança

Este achado não se alterou quando os pesquisadores analisaram os fatores, como nível de escolaridade, nível socioeconômico e a exposição das crianças ao fumo. Se as mulheres fumavam durante a gravidez, as crianças tiveram um aumento de 50% de risco de desenvolver na asma, mesmo que essa exposição tenha sido eliminada depois.

Crianças com 17 anos de idade ainda mostram os efeitos de algo que eles foram expostos ao longo dos primeiros nove meses de vida. Os pesquisadores sugeriram duas possíveis razões para o aumento do risco de asma aguda em crianças cujas mães fumaram durante a gravidez. Ou os pulmões do bebê foram danificados durante o desenvolvimento no útero, ou a exposição ao fumo provoca uma alteração genética.

O tempo exato de exposição ao tabaco durante a gravidez foi menos importante do que se as mães fumavam durante toda a gravidez. No entanto, as crianças com sintomas de asma eram mais propensos a terem mães que fumaram durante todos os nove meses da gravidez.