Enxaqueca pode ser causada pela obesidade

Um novo estudo sugere que as pessoas obesas são mais propensas a sofrerem com enxaqueca. Enxaqueca episódica é o tipo mais comum de enxaqueca, pode durar até 14 dias, enquanto a enxaqueca crônica ocorre por 16 dias ou mais. A enxaqueca envolve pulsação intensa ou dor latejante em uma área da cabeça, os sintomas podem incluir náuseas, vômitos e sensibilidade à luz e som. Além disso, a enxaqueca afeta mais de 10% da população.

Enxaqueca episódica

Enxaqueca episódica

No estudo avaliou 3.800 adultos, aqueles com um alto índice de massa corporal (IMC), eram 82% mais propensos a sofrerem de enxaqueca episódica do que aquelas com um IMC mais baixo. O estudo não prova que a obesidade causa enxaqueca episódica, mas demonstra que as pessoas que são obesas correm um risco de sofrer com o problema. Estes resultados sugerem que as pessoas obesas que sofrem de enxaqueca devem adotar estilos de vida saudáveis, assim como adotar uma dieta equilibrada e exercícios físicos.

O estudo também sugeriu que essa ligação pode estar relacionada com o cérebro, pois os dados de imagens anteriores em pacientes com enxaqueca já haviam mostrado a ativação do hipotálamo, uma parte do cérebro que controla a alimentação. Alternativamente, pode ser que as pessoas que tem enxaqueca podem ser mais propensas a desenvolverem comportamentos associados ao ganho de peso, assim como o sedentarismo.