Enxaqueca ligada ao risco de depressão em mulheres

Mulheres de meia idade são aproximadamente 40% mais propensas à sofrerem depressão, se apresentam dores de cabeça causadas por enxaqueca. É o que sugere uma nova pesquisa realizada na Inglaterra (Health & Life). Além disso, o risco de depressão parece ser elevado mesmo que a dor termine.

Dor de cabeça

Dor de cabeça

Mulheres cujas enxaquecas já não incomodavam a um ano apresentavam a mesma probabilidade de ficarem depressivas em relação as mulheres que ainda estavam suportando as dores de cabeça, por vezes incapacitantes. Para as mulheres, pelo menos, a enxaqueca é um fator de risco para a depressão. Mas não há nenhuma boa razão biológica que explique porque a ligação não se aplicaria aos homens.

Comparado à mulheres sem histórico de enxaqueca, aquelas que nunca tinham tido uma eram 36% mais propensas a ficarem depressivas. Depois de levar em conta a idade das mulheres, tabagismo e os hábitos de consumo e outros fatores atenuantes, os pesquisadores descobriram que o tipo de enxaqueca não influenciou o risco de depressão.

Mulheres cujas dores de cabeça foram precedidas por luzes piscando e outros distúrbios sensoriais, uma condição chamada enxaqueca com aura, que ocorre em 25% dos casos de enxaqueca, tinha o mesmo risco de depressão que as mulheres com a forma mais comum de enxaqueca.