Cuidados com a medicação infantil

Sabemos os riscos que uma medicação feita de maneira errada pode trazer e este perigo todo aumenta quando estamos falando de crianças e adolescentes. É preciso saber como os medicamentos são aprovados e por que alguns deles são retirados do mercado. Quando se desenvolve um novo medicamento por uma empresa farmacêutica, ele é enviado para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) assim receberá o registro para ser disponibilizado no mercado. O remédio deve estar de acordo com todas as normas sanitárias em vigor e se a droga funciona e em quais condições.

criança tomando remédio

Assim sendo é muito importante fiscalizar se o remédio que se está comprando, se a criança é alérgica a alguma substância. Felizmente nos dias de hoje é possível retirar um medicamento do mercado de forma muito rápida, ao contrário de 20 ou 30 anos atrás, onde o tempo para retirar medicamentos era muito longo.

É preciso estar atento também a reação das crianças, o maior indício de que a saúde delas está bem é quando elas estão brincando, correndo e se alimentando direito. Vale o velho ditado “prevenir é melhor que remediar” a família não deve ter vergonha de expor suas dúvidas ao médico, pois é preciso saber exatamente que tipo de medicação estaremos dando as nossas crianças.

One thought on “Cuidados com a medicação infantil

  1. Luiz Gomes Vieira

    Estamos na Era da Geração Medicada, pois temos diagnósticos suficientes para enquadrar seja criança ou adulto. Para não me alongar muito dou apenas um exemplo: o consumo de Ritalina por nossas crianças.
    Luiz Vieira.

Comments are closed.