«

»

Consequências da violência doméstica contra a mulher




Consequências da violência doméstica contra a mulher


As mulheres são drasticamente mais propensas a desenvolver algum distúrbio mental em algum momento de suas vidas se as mesmas já tiverem sido vítimas de estupro, perseguição, ou vítima de violência doméstica, segundo um novo estudo publicado na revista Saúde Feminina.

Violência doméstica

Violência doméstica

Quando os profissionais estão tratando de mulheres com depressão ou problemas de saúde mental, é importante estar atento para o fato de que a violência pode estar por trás do problema. Pesquisadores da Austrália analisaram dados de saúde a partir de uma amostra nacionalmente representativa de mulheres australianas entre as idades de 16 e 85 anos.

Episódios de agressão sexual, assédio, e outras violências do gênero eram muito comuns, em 27% do grupo, houve pelo menos um episódio de abuso, 58% das mulheres com um histórico de abuso também tinha um histórico de depressão, transtorno bipolar, estresse pós-traumático, abuso de substâncias, ou ansiedade (incluindo síndorme do pânico e transtorno obsessivo-compulsivo), contra 28% das mulheres que não tinham experimentado esse tipo violência.

Entre as mulheres que haviam sido expostas a pelo menos três diferentes tipos de violência, a taxa de transtornos mentais ou abuso de substâncias subiu para 89%.



Conteudo relacionado a Consequências da violência doméstica contra a mulher
Receba novidades sobre Consequências da violência doméstica contra a mulher no seu e-mail: