Como usar a Pílula do Dia Seguinte

O uso correto da Pílula do Dia Seguinte

Muito se fala sobre o uso da pílula do dia seguinte, no entanto, mesmo sendo este um assunto tão debatido, ainda existem muitas dúvidas sobre a eficácia e o uso correto da pílula do dia seguinte. Para começar, existem dois tipos de pílulas do dia seguinte, dose única e dose dupla.  A pílula de dose dupla deve ser tomada logo após o ato sexual e a outra deve ser tomada nas doze horas seguintes.

Pílula do dia seguinte

Pílula do dia seguinte

Seja qual for a escolha da pílula, a mesma deve ser tomada em no máximo 72 horas após a relação sexual, pois quanto mais tempo se passar menor será a eficácia do medicamento. A pílula do dia seguinte não age como um abortivo (como muitos pensam), ela apenas dificulta a fecundação, ou seja, impede que o espermatozoide encontre o óvulo (caso isso ainda não tenha acontecido).

Se a fecundação já tiver acontecido, a pílula provocará a descamação do útero, que impede que a implantação do óvulo fecundado se realize. Porém, se essa implantação já tiver ocorrido, a pílula não terá efeito. É importante lembrar que o uso da pílula do dia seguinte não deve substituir o uso de preservativos ou do anticoncepcional, pois a mesma não oferece proteção contra doenças sexualmente transmissíveis e pode provocar alterações no ciclo menstrual.