Cirurgia para perda de peso pode aumentar o consumo de álcool

Alguns pacientes que se submetem a cirurgia para perda de peso podem ter um risco acrescido de desenvolver um problema com a bebida, mas o risco é apenas aparente, dois anos após o procedimento e apenas com um tipo de cirurgia. Um novo estudo, analisou os hábitos de consumo de quase 2.000 adultos obesos antes e após a cirurgia bariátrica.

Bebida alcoólica
Bebida alcoólica

Antes da cirurgia, 7,6% dos participantes do estudo preencheram os critérios para um transtorno do uso de álcool. Um ano após o procedimento o número diminuiu ligeiramente, para 7,3%, mas no final do segundo ano tinha subido para 9,6%-,um aumento de 57% a partir da taxa pré-cirurgia. O risco de desenvolver um transtorno do uso de álcool, foi duas vezes maior entre pacientes submetidos a cirurgia gástrica Y, que representaram 70% dos procedimentos no estudo entre os pacientes submetidos à laparoscópica. Mas o risco não foi significativamente superior com outros tipos de cirurgia de perda de peso. Os pesquisadores podem apenas especular por que o pequeno aumento no consumo de álcool era restrito, e porque a levou dois anos para se tornar aparente. O culpado mais provável é um aumento da sensibilidade ao álcool, juntamente com um retorno gradual aos hábitos pré-operatórias com bebida.