Alopurinol contra gota e morte prematura

De acordo com um novo estudo, a droga usada para tratar a gota pode reduzir o risco de morte prematura em pacientes com esta forma comum de artrite. Pesquisas anteriores já haviam associado a gota com um risco aumentado de morte prematura. Este estudo examinou como o alopurinol (o medicamento mais usado para o tratamento da gota) pode interferir no risco.

Gota

Gota

Alopurinol provoca uma reação potencialmente fatal em cerca de uma em cada 260 pacientes que utilizam a droga, o que fez com que alguns médicos ficassem relutantes em prescrevê-lo. Os pesquisadores analisaram dados de mais de 5.900 pacientes com gota que foram prescritos alopurinol e compararam com um grupo de pacientes com gota que não tomaram a droga. Os pacientes que tomaram alopurinol apresentaram uma probabilidade 11% menor de morrer por todas as causas durante o período de estudo do que aqueles que não tomaram a medicação. No geral, tomando alopurinol a redução do risco de morte dos pacientes com gota era 19%. Estas reduções de risco foram aparentes desde o primeiro ano e ao longo dos anos seguintes de acompanhamento. Os resultados mostram que o alopurinol pode ser útil não apenas para o tratamento da gota , mas pode proteger pacientes com gota de morte prematura. Os resultados também sugerem que este benefício de sobrevivência pode superar os riscos de efeitos secundários graves raros.